(31) 3142-0030 | (31) 99885-0169

Reeducação Alimentar ou Dieta, O que a minha saúde escolheria?

No cenário atual do nosso país, podemos ver diversas pessoas correndo atrás dos “quilinhos” a menos, sendo verdadeiras devotas à dietas e métodos de emagrecimento sem algum tipo de critério ou acompanhamento, visando resultados a qualquer custo.

Conforme um levantamento encomendado pela Nestlé, 61% das mulheres brasileiras (contra 49% dos homens) buscam o emagrecimento, sendo 20% destas, através de dietas.

Porém, o que veremos aqui hoje, é se dietas desregradas feitas através de pesquisas na internet sem algum acompanhamento médico, são também benéficas à saúde como uma reeducação alimentar, estruturada e acompanhada por um profissional especializado.

 

A Reeducação Alimentar

Para quem procura uma vida saudável, se alimentar corretamente é indispensável, porém, quando ouvimos a palavra “reeducação” pensamos logo nas mudanças de hábito, isso talvez gere algum desconforto, caso surja a ideia do corte alimentar brusco.

Porém não é bem assim que funciona, a reeducação alimentar na verdade, é onde se aprende sobre os alimentos e benefícios, passando assim a conhecer quais alimentos são indicados para determinado horário do dia.

A reeducação alimentar nos orienta sobre qual alimento deve ser ingerido em determinado horário e também qual a quantidade, a partir do momento em que é aplicada a correta alimentação, a pessoa consegue perder peso e mantê-lo.

A promoção da saúde e uma boa qualidade de vida é o foco da reeducação alimentar, devendo todo o processo ser acompanhado por um profissional especializado.

 

Já a dieta…

Voltando nossos olhos para a dieta, podemos perceber que as famosas “dietas milagrosas”, possuem efeitos temporários e que em longo prazo, podem apresentar efeitos colaterais prejudiciais à saúde.

Devido a busca por dietas sem algum acompanhamento ou recomendação serem especificamente para melhorias estéticas, geralmente após algum tempo, a pessoa tende a uma recaída, ganhando peso novamente e podendo até engordar ainda mais.

Um erro comum entre as pessoas que desejam perder peso, é associar a ideia de dieta com corte de alimentação, o que está completamente errado, pois, a redução calórica radical não oferece benefícios, uma vez que as funções metabólicas do organismo podem ser prejudicadas com a ausências de certos nutrientes.

Uma dieta só deve ser utilizada quando prescrita e/ou indicada por um profissional especializado, na grande maioria das vezes tem como objetivo atingir algum efeito terapêutico, sendo indispensável o acompanhamento.

Qualidade ou quantidade?

A variedade no consumo dos alimentos é essencial, desta forma a pessoa não priva o organismo de receber nutrientes fundamentais como as vitaminas, as fibras, os minerais, as gorduras, os carboidratos e as proteínas.

A ingestão de líquido é fundamental para uma boa contribuição à reeducação alimentar, desta forma, é fundamental beber água em abundância, sendo essencial consumirmos 2 litros de água diariamente. Chás e sucos naturais também são essenciais.

Concluímos então…

A dieta quando prescrita é de grande valor, sendo acompanhada por um processo de reeducação alimentar indicado por um profissional, surtindo seus efeitos em uma melhoria e promoção de qualidade de vida.

 

admin